Câncer de Colo de Útero

14 maio 2013

Câncer de Colo de Útero

O que é o Câncer de Colo Uterino?
É o segundo tumor maligno mais frequente na população feminina, sendo superado apenas pelo câncer de mama.

É possível preveni-lo?
Sim, é um tumor que pode ser prevenido, uma vez que sua progressão é relativamente lenta e o exame preventivo (Papanicolaou) permite detectar de forma eficiente as lesões precursoras. Este exame consiste na coleta tríplice de material do colo do útero (região externa e interna) e da vagina (fundo de saco). É um exame barato e indolor. Sua realização periódica permite reduzir 70% da mortalidade por Câncer de Colo do Útero.

Quando realizar o exame preventivo?
Toda mulher com vida sexual ativa deve submeter-se anualmente ao exame preventivo periódico. O exame também deve ser realizado em mulheres que apresentem alterações no ciclo menstrual ou sangramentos vaginais entre dois períodos menstruais.

O Câncer de Colo do Útero apresenta sintomas?
O Câncer do Colo do Útero não apresenta sintomas na sua fase inicial, onde a detecção de possíveis lesões precursoras é através da realização periódica do exame preventivo. Conforme a doença progride, os principais sintomas do câncer do colo do útero são sangramento vaginal, corrimento e dor.

Existem fatores de risco para o Câncer do Colo de Útero?
Sim. Vários são os fatores de risco identificados para o Câncer do Colo do Útero, como início precoce da atividade sexual, pluralidade de parceiros, falta de hábito de higiene, fumo, uso prolongado de contraceptivos orais, estes associados  a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV).

É possível diagnosticar o HPV?
Sim, no próprio exame de Papanicolaou  e também através de  técnicas de biologia molecular que permitem diagnosticar o HPV e distinguir seus diferentes subtipos. A identificação dos diferentes tipos de HPV é fundamental, uma vez que estudos indicam que alguns subtipos de HPV, definidos como de alto risco, estão significativamente associados ao desenvolvimento de Câncer do Colo do Útero.

Ouvi falar na vacina contra o HPV. Ela já está disponível e quando ela é indicada?
A vacina contra o HPV está disponível no mercado desde 2006. A vacina protege contra a infecção pelo HPV, responsável pelo condiloma e pela maioria dos cânceres de colo uterino. No momento, a prioridade da indicação da vacina é para as mulheres que ainda não entraram em contato com o HPV, normalmente pré-adolescentes que ainda não iniciaram vida sexual. É importante enfatizar que esta vacina não protege contra todos os subtipos do HPV. Sendo assim, o exame preventivo deve continuar a ser feito mesmo em mulheres vacinadas.

Tratamento
O tratamento adequado para cada caso deve ser avaliado e orientado por um médico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *